CHANGE FOR YOUR LANGUAGE.

ROBERTO LAURINDO- RADIOAMADOR BRASILEIRO

Minha foto
PRAIA GRANDE, SÃO PAULO, Brazil
SE VOCÊ GOSTA DE CW O SEU LUGAR É AQUI. AMATEUR RADIO THAT NEVER CW, A POET'S HOW YOU DO NOT KNOW VERSES.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O PODER DO CW - EMAIL SACADO DO ARAUCARIA MAILING LIST

Re: (Araucaria) " O PODER DO CW "
...De:
JDias
...Adicionar a contatos
Para: Grupo Araucaria de Radioamadorismo
3771974644.txt (1KB)

Em 23 de setembro de 2010 00:02, py4was escreveu:


Recebí esse e-mail , referente a uma materia traduzida da Revista QST de junho de 2010 e achei muito interessante. O que acham?

" O Poder do CW "

Demorei mais de um ano para escrever esta carta. Meu amigo da vida inteira, Dave Gray, K3UAV, e eu nos tornamos como irmãos quando nós tínhamos ambos 13 anos de idade e operávamos com nossas licenças de 'Novice'. Ele faleceu na jovem idade de 60 anos após dois ataques do coração um atrás do outro e um AVC.
A esposa de Dave, Patti, WA3TFI, e eu juntos fomos à UTI depois que ela tomou a difícil decisão de desligar os aparelhos. Os médicos disseram que não havia nenhuma esperança que ele mesmo se recuperasse e que o dano cerebral era óbvio. Quando nós entramos no quarto, sua pressão era de 60/40 (aqui são unidades usadas nos EUA), o necessário para apenas manter a vida. Logo que Patti e eu entramos no quarto, eu deixei escapar DI DI DI DI / DI DI.
O corpo inteiro de Dave virou-se em nossa direção e seus olhos abriram levemente. Eu disse: Patti, ele está aí! e comecei a ter uma conversa unidirecional em CW com Dave. Quando Patti tocou seu braço, eu olhei o display do monitor de pressão sanguínea subir cada vez que que automaticamente ele bombeava e liberava. Quando nós saímos algumas horas mais tarde, sua pressão estava na região 'normal' de 130/80.
Dave morreu no dia seguinte como os médicos previam, mas não há nenhuma dúvida em minha mente que sua vida foi estendida pelo toque da mulher e pelo som do hobby que ele amava.
A enfermeira que ficava fora junto à porta do quarto de Dave disse 'eu tenho visto muitas coisas na minha carreira, mas esta é a primeira vez que eu vi um paciente ressuscitar com o código morse'.

DUKE WARD, K3QWO, membro vitalício da ARRL, Ellicot City, Maryland".

Fica aqui a interpretação de cada um para o citado fato.
_______________________________________________


Edson, aqui no Recife, aconteceu comigo e com outros amigos um fato quase igual. tenho um amigo que na época era Ten ( Hoje é capitão reformado) e que levou um tiro num assalto. Ele ainda dirigiu alguns metros até ser socorrido. Depois de algumas operações ele ficou um bom tempo na UTI.
O hospital do Exército e o QG, na época, ficavam juntos e nas horas de folga a turma toda da estação ia visitar o amigo. Na realidade íamos olhar através do vidro da UTI.
Quando ele estava melhor, começou a se comunicar com a gente batendo os dedos indicador e polegar em sinais de CW. Interessantre é que a gente brincava antes do acidente, batendo os dedos. A brincadeira serviu e a gente todo dia se comunicava através do vidro da UTI.
Esse fato é real e com muitas testemunhas, inclusive a esposa dele, a minha e de outros colegas. Além de mim, outros colegas militares se comunicaram com ele. Hoje ele está bem, estamos todos na resreva e vez por outra a gente recorda esse fato. Ressalto que todos os envolvidos eram telegrafistas da estação rádio PE/1, do QG do Exército no Recife.
73, Dias/PY7OJ - Araucaria mailing list

Nenhum comentário:

Postar um comentário