CHANGE FOR YOUR LANGUAGE.

ROBERTO LAURINDO- RADIOAMADOR BRASILEIRO

Minha foto
PRAIA GRANDE, SÃO PAULO, Brazil
SE VOCÊ GOSTA DE CW O SEU LUGAR É AQUI. AMATEUR RADIO THAT NEVER CW, A POET'S HOW YOU DO NOT KNOW VERSES.

sábado, 20 de setembro de 2008

-DEU NA ARRL

O CW ESTÁ VOLTANDO AO SISTEMA MILITAR DE COMUNICAÇÕES DOS ESTADOS UNIDOS.

NOTÍCIADO NA PÁGINA DA ARRL.

AQUI TRADUÇÃO LIVRE DO TEXTO E MAIS ABAIXO O ORIGINAL.

Código Morse retornando ao MARS.
MARS- Military Affiliate Radio System is a United States Department of Defense Toolbox( MARS -SISTEMA DE RÁDIO DO DEPARTAMENTO DE DEFESA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA)
Após mais de uma dúzia de anos, código Morse serão em breve regresso ao Militar Em meados da década de 1990, o Departamento de Defesa (DoD) foi afastado com CW operação em toda a linha - incluindo MARS redes - como sistemas automáticos, como a Internet, SATCOM, celulares e e-mail tornou-se disponível e custo da folha de pagamentos. Encaminhamos manual de operadores.
MARS membros que tinham abraçado CW operação sabiam que o código Morse, a maioria dos "digitais" de todo modo, foi um importante instrumento de Emergência das Comunicações.Após o furacão Katrina demonstraram a necessidade de mais robusta - para não mencionar rapidamente destacável Em recursos - MARS alguns membros levou a uma campanha para retomar operações em CW as suas redes.Isto resultou no Chefes de MARS Exército e da Marinha-Marine Corps MARS apelando a um recenseamento dos membros interessados MARS como o primeiro passo para a formação reactivando regular redes.
" Chefe do Exército MARS Stu Carter disse a seus membros outubro passado, "Estamos a empurrar para o Departamento de Defesa para uso CW novamente,WB6OTS - Chefe de Operações do Exército, na sua MARS Fort Huachuca, Arizona sede - para coordenar o esforço.Como muitos amadores que estão qualificados em código Morse, Hays, um Estado-ARRL Vida e ativo ARES / raças participante no Arizona, têm tido um papel preponderante na introdução de novas tecnologias, como o WinLink.
Exército MARS lançou um teste limitado de redes CW Região Centro-Oeste em quatro estados no final de 2007.Durante um ensaio DoD interoperabilidade este março passado, um Transportation Security Administration (TSA) Estação utilizada para se comunicar com ela Ft Huachuca.
Ao anunciar o regresso do CW MARS para redes fixas, Navy-Marine Corps MARS Chief Bo Lindfors citados uma emergência onde CW foi lamentavelmente perdida: "Lembro-me do [1998] Nordeste Ice Storm pouco depois me tornei [Navy-Marine Corps MARS] Chefe e desnecessariamente longo do esforço de todos do sul da Nova Inglaterra para receber uma voz EEI [Elementos Essenciais Relatório de Informação] Norte da Nova Inglaterra a partir de um membro cujo antena estava coberto de gelo e deitado no chão. Demorou mais de uma hora quando poderia ter CW trataram o assunto em poucos minutos. À medida que mais e mais dos nossos membros MARS entrar com nenhum código Morse experiência, eu tenho medo que em breve perderá esse habilidade configurar se não fizermos alguma coisa. "
Chefe do Exército MARS Carter disse que o iminente retorno de CW não irá substituir modos, como WinLink, Pactor 3 e MT63. "Nosso CW redes centrar-se-á sobre a manutenção de competências e será necessariamente limitada pela escassez de frequências disponíveis e treinados os membros", afirmou."Mas se deseja adicionar os membros CW para as suas aptidões, as redes estarão disponíveis para treinamento."
MARS primordial da missão é proporcionar comunicações para auxiliar os E.U. Militar e comunicações de emergência, tais como agências nacionais FEMA e do Departamento de Segurança Interna.MARS também está disponível para ajudá estado e resposta de emergência agências locais, públicas e privadas e selecionar agências como a Cruz Vermelha.No dia-a-dia, MARS membros estão disponíveis para gerenciar mensagens de e para os militares e mulheres sobre ativo dever, na reserva ou guarda, ou aposentados, assim como alguns funcionários do governo federal que estão estacionadas fora os E.U.A. Os três programas MARS - Exército MARS, MARS Força Aérea e da Armada-Marine Corps MARS - constituídas por uma força de voluntários qualificados mais de 5.000 operadores de rádio amador.
Anterior: estação de serviço Locator Campo Novo Dia para 2008 Next: The Amateur Amateur: Tipping the Mast, Topping the Hill Seguinte: O Amador Amador: Gorjeta do Mast, o Desponta Hill.

Aqui o texto original:

Morse Code Returning to MARS Toolbox
After more than a dozen years, Morse code will soon be returning to Military Affiliate Radio System (MARS) nets. In the mid-1990s, the Department of Defense (DoD) did away with CW operation across the board -- including MARS nets -- as automatic systems such as the Internet, SATCOM, cell phones and e-mail became available and the payroll cost of manual operators escalated.

MARS members who had embraced CW operation knew that Morse code, the most "digital" mode of all, was an important tool for Emergency Communications. After Hurricane Katrina demonstrated the need for more robust -- not to mention quickly deployable EmComm resources -- some MARS members led a campaign to resume CW operations on their nets. This resulted in the Chiefs of Army MARS and Navy-Marine Corps MARS calling for a census of interested MARS members as the first step to reactivating regular training nets.

Army MARS Chief Stu Carter told his members last October, "We are pushing for the Department of Defense to use CW again." He designated CW veteran Grant Hays, WB6OTS -- Operations Chief for Army MARS at its Fort Huachuca, Arizona headquarters -- to coordinate the effort. Like many hams who are skilled at Morse code, Hays, an ARRL Life Member and active ARES/RACES participant in Arizona, has taken a leading role in introducing new technology such as WinLink.

Army MARS launched a limited test of CW nets in four Midwestern states in late 2007. During a DoD interoperability test this past March, a Transportation Security Administration (TSA) station used it to communicate with Ft Huachuca.

In announcing the return of CW to MARS nets, Navy-Marine Corps MARS Chief Bo Lindfors cited an emergency where CW was sorely missed: "I remember the [1998] Northeast Ice Storm shortly after I became [Navy-Marine Corps MARS] Chief and the unnecessarily lengthy effort by all of southern New England to receive one voice EEI [Essential Elements of Information Report] from a northern New England member whose antenna was covered in ice and lying on the ground. It took more than an hour when CW could have handled it in a few minutes. As more and more of our members enter MARS with no Morse code experience, I am afraid that we will soon lose that skill set if we don't do something."

Army MARS Chief Carter said the imminent return of CW will not replace modes such as WinLink, Pactor 3 and MT63. "Our CW nets will focus on maintenance of skills and will necessarily be limited by the shortage of available frequencies and trained members," he said. "But if members want to add CW to their skills, the nets will be available for training."

MARS's primary mission is providing auxiliary communications to the US Military and emergency communications to such national agencies as FEMA and the Department of Homeland Security. MARS is also available to assist state and local emergency response agencies, and public and select private agencies such as the Red Cross. On a day-to-day basis, MARS members are available to handle messages to and from servicemen and women on active duty, in the reserve or guard, or retired, as well as certain employees of the federal government who are stationed outside the US. The three MARS programs -- Army MARS, Air Force MARS and Navy-Marine Corps MARS -- consist of a volunteer force of more than 5000 skilled Amateur Radio operators.

VÁ PARA A PÁGINA DA ARRL ATRAVÉS DESSE ENDEREÇO:
http://www.arrl.org/news/stories/2008/06/03/10142/?nc=1

Nenhum comentário:

Postar um comentário